SindForte faz mobilização contra PL 4330

       Ontem (6), o SindForte/RN, participou da audiência pública no Ministério do Trabalho e Emprego, para discutir o Projeto de Lei 4330, de 2004, em trâmite no Congresso Nacional, se aprovado, irá permitir que as empresas terceirizem até mesmo sua atividade-fim, aquela que caracteriza o objetivo principal da empresa. Sob o pretexto de legalizar e regulamentar a terceirização no país, acaba por oficializar a fraude e a precarização do emprego. É uma grande ameaça aos direitos da classe trabalhadora, um retrocesso nas leis trabalhistas, podendo ampliar também a corrupção no país como moeda de troca ou extinção de concursos públicos.

       Neste cenário, o estado ficaria refém nas áreas essenciais como saúde, educação e segurança pública ficando. “Sem alternativa para prestar esses serviços, o estado seria obrigado a aceitar os preços propostos pelas contratadas, o que pode implicar na formação de cartéis”, disse Rômulo Pessoa, assessor de comunicação, seguido pelo o mesmo pensamento os diretores do SindForte, Claudio Fernandes e Franklin Nunes.

       O diretor do SindFrote, Alexandre Lima, foi enfático em sua fala, no tocante a aprovação do PL 4330, “É preciso a união de todos os trabalhadores de todas as categorias em defesa dos nossos direitos, não podemos permitir a aprovação desta aberração, vamos nos mobilizarmos fortalecer esta luta contra este golpe nos direitos dos trabalhadores”, afirmou.

       Grande mobilização acontece hoje, em todo país, com a participação de vários sindicatos e centrais sindicatos e em Brasília, onde será posta em votação a PL-4330. O SindForte está presente na mobilização sai da frente do SindSaúde às 08:00 hs, fortalecendo a luta em defesa dos direitos do trabalhador.

Separados somos fracos, unidos somos imbatíveis.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *