Vigilantes enviam recado a pelegos

         Se alguém ainda tinha dúvidas da força e do poder sedimentado do SindForte, dia 15 de janeiro, esta incerteza se dissipou por completo, quando da realização de sua segunda eleição, para os próximos 4 anos, elegendo uma nova diretoria, composta por 70% da direção anterior. Uma vitória da categoria dos vigilantes do Rio Grande do Norte, que levou 91% dos trabalhadores aprovarem e reconduzirem Tertuliano Santiago a dirigir o SindForte por mais 4 anos.

        Os vigilantes potiguares, que há muito tem um belo histórico de lutas sindicais e, que em um passado não muito distante, vinha sofrendo nas mãos de falsários, de vendilhões e líderes pelegos, deram à volta por cima criando o SindForte e neste pleito do dia 15 revelou toda sua robustez, toda sua coragem alicerçada na união, na combinação e comunhão de ideais para vencer os inimigos dos trabalhadores.

          “Nossa eleição foi uma vitória de 4 anos de trabalho muito intenso, de muita transparência, onde não tomávamos decisões a revelia da categoria. Todas as lutas, batalhas, greves, paralizações ou qualquer medida judicial passava pelo crivo imutável e soberano de assembleias ou reuniões, portanto, 91% da categoria votante ter avalizando nosso trabalho e nos dizendo que o caminho a seguir é este, sem atalhos, é também nos colocando mais responsabilidades”, afirmou Santiago.

         Separados somos fracos, unidos somos imbatíveis não é só um slogan agregado a logo do SindForte, esta frase passou a ser a identidade da categoria no Estado do Rio Grande do Norte que, sem meias palavras, enviou um recado curto, duro e direto ao grupo de mal intencionados, que por não conhecer a força e disposição de luta dos vigilantes querem provocar tumultos no ambiente sindical do Estado.

         “Nós não elegemos só uma diretoria, elegemos o SindForte como nosso representante em todas as instâncias para defender nossa categoria, qualquer outra coisa fora disso é ilegítimo”, disse um dos participantes do pleito.

 Separados somos fracos, unidos somos imbatíveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *