Pressionados, patrões cedem ao G4

         Nesta ultima sexta-feira(10), o SindForte/RN, convocou uma Assembleia Extraordinária para apresentar as propostas que foram discutidas em mesa de negociação com os patrões na quinta-feira(9), passada, em Recife, colocando a categoria ciente do acontecido.

        Tertuliano Santiago, presidente do SindForte, Marcos Aurélio, Iran Marcolino, e Dr. Oderlei Santiago, foram determinantes para o resultado final da reunião, onde com esforço foi arrancado, arduamente uma excelente proposta para o G4, composto pelos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

        A vitória pontuou 10% de reajuste salarial para todos contemplados nesta cct, ressaltando em relação aos que exercem a função de escoteiro em Pernambuco e Alagoas o reajuste será de 11%, 12,5% de vale alimentação e a definição da carga horária de 44 horas semanais, em que as empresas terão o prazo de 180 dias para a implantação desta carga horária, para todos os funcionários incluídos nas convenções. “Os companheiros dos estados representados pelo grupo G4, podem dizer que fizeram uma excelente negociação e tiveram um ganho real, pois na conjuntura atual, um reajuste de 10% que irá incidir nas horas extras, férias, 13º salário e FGTS , é uma grande vitória para categoria de transporte de valores do nordeste”, disse Santiago.

         Mais uma vez ficou provado que a união faz a força. Em qualquer outro estado, fora do G4, sindicato nenhum de TRV, conseguiu um percentual desta envergadura. Nunca aconteceu, aqui no estado, os patrões se renderem às reivindicações feitas por qualquer outro sindicato. “Sabemos que precisamos melhorar muito esse percentual para conseguirmos chegar em um salário razoável e digno para a nossa categoria. Por isso, precisamos continuar unidos em busca de melhores salários para o trabalhador vigilante da tesouraria , spp e escolta armada ”, disse Iran Marcolino.

         A categoria, em assembleias em Natal e Mossoró, aprovou por unanimidade, 100% a proposta trazida pelo seu presidente, Tertuliano Santiago, que expressou sua satisfação nesta negociação, onde teve ao seu lado de valorosos colaboradores numa batalha sem tamanho, Dr. Fragoso, Iran Marcolino, Cassiano Souza, José Cícero Ferreira, Dra. Marília Buriti e Daniel Fernandes se mostraram excelentes gladiadores.

         Consciente que foi uma vitória dura, porém de resultado satisfatório para categoria, a diretoria do SindForte não baixa a guarda e permanecerá firme na defesa dos direitos do trabalhador e em busca do 3 MIL reais do piso unificado.

Separados somos fracos, unidos somos imbatíveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *